receba nossa newsletter!
 
 
notícias
 

Mostra Humanidade 2012, no Rio. Para refletir

bem estar

Bastaram o metrô e uma pedalada rápida do Leblon até Copacabana a bordo de uma bike da Bike Rio (lembrando, R$ 10 por mês, com uso ilimitado!) para estar aqui, em um evento fantástico: a Exposição Humanidade 2012, uma estrutura gigantesca, montada no Forte de Copacabana, com andaimes e passarelas de aço e diversas salas dentro de contêineres, nos quais se instalaram exposições sobre temas diversos, como dados estatísticos, debates e reflexões sobre sustentabilidade e biodiversidade do Planeta e o papel que o Brasil exerce como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável. 

Uma das salas mais interessantes, a sala 2, “Mundo Dividido”, tem diversos painéis com cronômetros, que divulgam, em tempo real, quantas pessoas morrem de fome, quantos dias faltam para acabar o petróleo, quantas pessoas no mundo não têm acesso à água potável, quantos celulares são vendidos no mundo, quantas crianças morrem antes dos 5 anos de idade, quanto de dinheiro é gasto em saúde pública e muitos outros dados.
 
O incrível e triste ao mesmo tempo é ver a velocidade com que esses cronômetros rodam... 
Outra coisa bacana são os painéis espalhados pela exposição, com frases de poetas, escritores, diretores de ONGs, filósofos e artistas, com reflexões sobre os temas que serão abordados na Rio+20, que começa amanhã, no Rio.
 
Já a Sala 5 fala sobre a diversidade brasileira, exibindo cubos com nomes do povo brasileiro, originados de todo canto do mundo.
 
Outro espaço genial é a Capela Espaço da Humanidade, uma biblioteca imensa, com livros para consultar à vontade, mesas e cadeiras colocadas em círculos e, ao fundo, música sacra. 
 
A estrutura é imensa e você vai subindo, subindo, até dar em um mirante com todas as bandeiras do mundo com uma vista deslumbrante, do Leme ao Leblon. Vale lembrar que o circuíto expositivo conta com a assinatura da diretora e cenógrafa Bia Lessa.
 
O Humanidade 2012 é uma iniciativa da Fiesp, do Sistema Firjan, da Fundação Roberto Marinho, Sesi-RJ, Sesi-SP, Senai-RJ, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.
 
Bom agora é descer isso tudo, pegar a bike, voltar pela praia, dar uma paradinha e revisar tudo o que escrevi. Quem estiver no Rio não pode perder essa exposição que é gratuita e conta com vários monitores bilíngues à disposição.

Setembro
dom
seg
ter
qua
qui
sex
sab
31
01
02
03
04
05
06
08
09
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
01
02
03
04
  • / Livros
    Fundamentos da agricultura biodinâmica
  • / Livros
    Biodigestor na agricultura familiar do seminário
  • / Livros
    Cartilha agricultura biodinâmica - Vida nova para a terra
  • / Livros
    O futuro roubado
  • / Livros
    Adubos verdes e produção de biomassa - Melhoria e recuperação dos solos
  • / Livros
    O que comemos afinal?
  • / Livros
    Primavera silenciosa
  • / Produção
    Projeto Água Doce - Agricultura sustentável em área de mananciais
  • / Produção
    Leoncio Soares de Oliveira, agricultor orgânico
  • / Produção
    Projeto Água Doce - Associação de Agricultura Orgânica de São Paulo
  • / Produção
    Ela é quem manda na horta da Fazenda da Toca
  • / Produção
    Projeto Água Doce - Associação de Agricultura Orgânica de São Paulo
GALERIA DE CONTEÚDO
FILTROS
ARTIGOS
Ordenar Por:

Áreas
Produção
Nutrição
Gastronomia
Bem Estar


A-Z
Data
Colaborador(a)
NOTÍCIAS
Ordenar Por:

Áreas
Produção
Nutrição
Gastronomia
Bem Estar


A-Z
Data
Fonte
PUBLICAÇÕES
Ordenar Por:

Áreas
Produção
Nutrição
Gastronomia
Bem Estar


A-Z
Data
Autor(a)
ENTREVISTAS
Ordenar Por:

Áreas
Produção
Nutrição
Gastronomia
Bem Estar


A-Z
Data
Entrevistado(a)